Presidente da Ifac marca presença no Encontro Internacional de Jovens Lideranças Contábeis

Por Rafaella Feliciano
Comunicação CFC – Cobertura especial do XII ENMC

“Jovem profissional, não tenha medo de sonhar alto”. O recado é do presidente da Federação Internacional de Contadores (Ifac, sigla em inglês), In-Ki Joo, que participou, na tarde desta quarta-feira (11), do Encontro Internacional de Jovens Lideranças Contábeis, promovido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Reconhecido como a autoridade máxima da classe contábil no mundo, Joo ministrou a palestra “Desafios da Profissão: uma visão mundial” para integrantes do Sistema CFC/CRCs e representantes das comissões nacional e estaduais de Jovens Lideranças.

O presidente da Ifac iniciou a sua participação agradecendo a oportunidade de dialogar com os jovens brasileiros e ressaltou a importância do Brasil no processo de convergência aos padrões internacionais de contabilidade, considerado, por ele, um modelo exemplo na América Latina.

 

Sobre os impactos dos avanços tecnológicos, Joo afirmou que não acredita na extinção da profissão, e, sim, no crescimento exponencial sobre a essencialidade do profissional contábil para a construção de economias mais desenvolvidas e sustentáveis. Para essa missão, o representante internacional disse que a solução está nos jovens e na capacidade de aprendizado e inovação.

“Precisamos nos apropriar da tecnologia de maneira significativa. E isso só é possível por meio da educação. Não podemos evoluir sem pessoas bem treinadas, capacitadas para o espírito de inovação. O futuro profissional deverá ser mais global, ético e transparente”, ressaltou.

Durante a sua palestra, In-Ki Joo disse que a intenção da Ifac é realizar uma aproximação com os jovens de todo o mundo por meio de parcerias e projetos utilizando o diálogo como meio para a busca de objetivos em comum.  “Ao escolher ser contador, ganhamos uma missão muito relevante frente ao desenvolvimento das economias de nossas nações. E precisamos de força, resiliência e transparência para desempenharmos o nosso papel. E nada melhor para a construção do futuro do que ouvirmos os jovens.”, enfatizou.

O presidente do CFC, Zulmir Breda, agradeceu a presença do embaixador internacional da Contabilidade e sugeriu que a Ifac compartilhe a ideia do projeto brasileiro de Jovens Lideranças com outros países para que possam promover iniciativas que incentivem a participação dos novos profissionais na revolução digital.  Ele ainda  destacou que o Sistema CFC/CRCs tem como um dos principais objetivos o fomento à Educação Profissional Continuada visando à capacitação e ao aprimoramento da classe contábil.

“Há décadas, nós incentivamos a formação de jovens lideranças em nosso Sistema visando à renovação, ao desenvolvimento e ao aperfeiçoamento da representatividade da classe. A ação torna-se ainda mais necessária em momentos de transição, como o que vivemos com a 4ª Revolução Industrial, quando é preciso habilidade para acolher a tecnologias e entender os novos desafios”.

Maria Clara, presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis (Abracicon), também prestigiou o encontro e disse que a educação deve ser a base para a formação de profissionais qualificados. “É na universidade que precisamos iniciar o orgulho pela contabilidade. O fruto que colhemos vem de uma boa base estudantil”, completou.

De acordo com o coordenador da Comissão que promoveu o encontro, Weberth Fernandes, o CFC Jovem está presente em todas as regiões do País e, cerca de 50 mil estudantes participam, atualmente, das ações promovidas pela Comissão Nacional.  A Comissão Jovens Lideranças Contábeis é composta por Weberth Fernandes e os membros Mesac Rocha de Mendonça Junior, Bruna Rauen Silva Pereira, Bruna Neves de Sousa, Daniella Novak, Juliano Bragato Abdie e Flávia Augusto, que também participaram do encontro com apresentações sobre protagonismo estudantil, ingresso na profissão, empreendedorismo contábil, responsabilidade social e inovação tecnológica.

Jovens Lideranças Contábeis: A experiência que deu certo no Brasil

Outro painel importante do Encontro foi protagonizado pelo vice-presidente de Política Institucional do CFC, Joaquim de Alencar Bezerra Filho. Com o tema “Jovens Lideranças Contábeis: A experiência que deu certo no Brasil”, ele apresentou uma linha do tempo sobre a história do projeto CFC Jovem no Sistema CFC/CRCs, que teve início em 1985.

Segundo ele, o objetivo do CFC Jovem é proporcionar e fomentar a formação de lideranças e a cultura empreendedora disseminando entre os novos profissionais a importância da força política e social da classe para o desenvolvimento sustentável do País.

O vice-presidente pontuou as conquistas do grupo nas últimas décadas e explicou sobre a realização de eventos, congressos e encontros para a troca de conhecimentos. Entre eles, destacou a realização do 6º Encontro de Estudantes de Contabilidade do Estado de São Paulo e o 4º Encontro Nacional de Jovens Lideranças, realizados em setembro de 2018, que reuniram mais de dois mil estudantes e profissionais para discutir sobre inovação e tecnologia aplicadas à área contábil.

“O que buscamos despertar em nossos jovens é que o momento certo de fazer as escolhas está na Academia e que a contabilidade tem armas do bem para transformar vidas.  Tudo passa, nós também passamos, e o legado é o que deixamos para o desenvolvimento sustentável do nosso País”,  concluiu Joaquim.

A reprodução deste material é permitida desde que a fonte seja citada.

0
Seja o primeiro a comentar!
Escreva aqui seu comentário...